Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Qui | 15.03.18

Waffles Proteicos

 

28584541_1797421703622487_60261114_o.jpg

 

Adoro waffles e a sua versatilidade. Podes utilizar imensas opções de toppings e saboreá-los em diferentes horas do dia.

Nesta receita utilizei proteína de cânhamo de forma a aumentar o índice proteico dos waffles.

 

As sementes de cânhamo correspondem às sementes da planta da marijuana (cannabis sativa), mas não tem THC (principal substância psicoactiva encontrada nas plantas do género cannabis), por isso a sua utilização é totalmente segura.

O cânhamo é considerado um superalimento, sendo uma excelente fonte de proteína e fibras vegetais não agressivas para o intestino.

 

 

Ingredientes:

// 3 colheres de sopa de farinha de arroz

// 3 colheres de sopa de farinha de linhaça

// 1 colher sobremesa de psyllium husk

// 1 scoop de proteína de cânhamo

// 200ml bebida de aveia

// 2 ovos

 

Preparação:

Coloca todos os ingredientes na liquidificadora e bate até obter uma mistura homogénea.

Coloca a massa por porções na máquina de waffles pré-aquecida. O tempo de cozedura varia consoante a máquina, na minha cerca de 8 minutos foi suficiente.

 

Serve com o que mais gostares e delicia-te!

Seg | 12.03.18

Carta Ao Meu Templo

 

28643427_1799833483381309_1965130085_o.jpg

 

Querido Corpo,

 

Decidi hoje pedir-te desculpa e fazer as pazes contigo. Sei que nem sempre fui a tua melhor amiga, mas decidi que esse tempo acabou.

 

Desculpa por todas as vezes que não te amei; que te desrespeitei; por todas as vezes que te comparei a outros e quis que fosses de outra forma. Lamento se te magoei e não vi a tua verdadeira beleza. Desculpa por tantas vezes que choraste em silêncio porque não fui capaz de pedir a mão a alguém. Desculpa por todas as vezes que com medo de me magoar me isolei e estiveste só. Desculpa por todos os abraços que pediste e eu não fui capaz de dar. Desculpa por todos os limites que permiti que de alguma forma alguém ultrapassasse. Desculpa por todas as dores que te infligi ao querer alterar-te de alguma maneira. Desculpa se nem sempre foste a minha primeira prioridade e te usei.

 

Não vai ser um processo fácil, mas a partir de hoje decidi amar-te. Irei amar-te e respeitar-te por todos os dias da minha vida. Prometo honrar-te como se de um casamento perfeito se tratasse. Irei respeitar-te e não permitirei que alguém te desrespeite de alguma forma. Se algum dia falhar com esta promessa dá-me um sinal, para que eu possa realinhar-me e amar-te!

 

Ensina-me a amar-te cada vez mais. Ensina-me a exercitar quando for para mexer e a parar quando precisares de descansar. Ajuda-me a aprender a escutar-te e priorizar-te.

 

Mas além de te pedir desculpa, tenho também de te agradecer... Obrigada por todos os momentos que me permitiste viver; todos os abraços que pude sentir; todos os beijos e carícias; todos os amores e todos os sonhos que através de ti ganham forma e posso realizar. Obrigada por conseguires incorporar todos os sentimentos que vão cá dentro e âncorar todos os sonhos. Obrigada ainda por todas as dores que me fizeste sentir... As dores ensinaram-me quais os meus limites e até onde posso ir. Obrigada por me dares a vida e por me permitires andar e traçar o caminho, o meu caminho. Obrigada por seres especial e diferente de todos, o que me torna única e especial também.

 

 

Com amor, 

L

Sex | 09.03.18

Pão de Sementes

28755735_1799812233383434_931534309_o.jpg

 

Hoje trago mais uma receita de pão. Este pão é óptimo para fatiar e congelar, podendo ter pão fresco sempre que quiseres. Podes acompanhá-lo com qualquer coisa, eu adoro pera abacate com umas gotas de limão!

 

Ingredientes:

// 35g amêndoa

// 80g flocos de aveia sem glúten

// 1 colher sopa farinha de linhaça

// 130g de farrinha de arroz

// 1 colher sopa de sementes de sésamo pretas

// 1 colher sopa de sementes de girassol

// 3 colheres sopa de psyllium husk

// 2 colheres sopa de sementes de chia

// 600ml água

// 1pitada de sal

// ervas aromáticas a gosto (utilizei alecrim e tomilho)

 

Preparação:

Coloca a amêndoa e a aveia num processador de alimentos e reduz a farinha.

Une o triturado anterior com os restantes ingredientes secos e mistura bem. Adiciona a água fria e envolve tudo.

Reserva o preparado durante 1h.

Molda o pão como desejares ou coloca numa forma de pão inglês e leva ao forno pré aquecido por cerca de 1h.

 

Bom apetite!

Qua | 07.03.18

Essência Livre

28755337_1799866060044718_367318918_o.jpg

 

Em conversa com uma amiga que está a passar por uma fase delicada da vida dizia-lhe: "Nunca te esqueças que tu és tu, não és as tuas ações, não és o teu passado nem o teu futuro”. Ao sentir a relutância na sua voz apercebi-me que talvez nós vivamos carregando o fardo de todas as nossas atitudes e de toda a nossa história. Talvez estejamos tão apegados aquilo que fazemos que nos esqueçamos que somos muito mais que isso.

 

Quantas vezes te arrependeste por ter feito determinada coisa? E quantas vezes te castigaste durante imenso tempo por teres agido de tal maneira?

 

Durante muito tempo me puni por ter agido da forma A ou B e até de pensar assim ou assado em determinada altura. Carregava um peso nas costas por pensar que talvez não tivesse sido correcta com algo ou alguém e que talvez eu até fosse má pessoa só por isso. Até que percebi que esse pensamento estava totalmente errado!! Nós somos essência, somos seres em evolução que nem sempre dispomos dos mesmos recursos. Assim, se de certa forma alguma vez agi mal ou fui incorrecta não foi de todo com intenção, simplesmente dei o melhor que podia com os recursos que tinha.

 

Se uma árvore for regada, apanhar luz e for bem tratada irá dar frutos, portanto todo o seu passado definirá se a árvore é fértil ou não, mas isso não significa que todos os frutos sejam doces e saborosos. Assim, também nós somos a composição do nosso passado e de tudo o que vivemos, mas isso não significa que sempre tenhas a mesma disponibilidade e recursos para as mesmas situações.

 

Não apegues a tua essência pela forma como ages, corres o risco de nunca conseguir evoluir e agir diferente. Nós não somos as nossas atitudes!

  

MAS!!! Isso não quer dizer que agora vais agir incorrectamente e tratar mal os outros só porque "és mais que as tuas atitudes"! Somos responsáveis pelas nossas atitudes, mas estamos sempre a tempo de tentar alterar e dar uma melhor versão de nós!

Seg | 05.03.18

Verdocas Proteicos

 

27951235_1773696562661668_325231294_o.jpg

 

A receita de hoje tem na sua composição um superalimento muito falado nos dias que correm: spirulina.

 

A spirulina é uma cianobactéria com um composto nutricional elevado, sendo por isso denominada de superalimento. Da sua constituição fazem parte por exemplo a clorofila (responsável pela remoção das toxinas no organismo, com influência no fortalecimento do sistema imunitário) e a ficocianina (tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias).

 

Ainda a nível nutricional a spirulina é rica em proteína, cerca de 70%. A principal desvantagem deste produto é mesmo o seu forte sabor, que poucas pessoas gostam. Contudo, na receita dos muffins que vos trago hoje o seu sabor passa facilmente despercebido. Estes muffins são ideias por exemplo como pós-treino, uma vez que o seu aporte de proteína é grande.

 

Ingredientes:

// 80g flocos de aveia sem glúten

// 25g farinha de arroz

// 1 colher sopa de manteiga de amêndoa

// 1 colher café de spirulina

// canela a gosto

// 2 ovos

// 1 colher de café de fermento em pó

// 100ml de bebida de aveia

// 1 colher sopa de sementes de chia

// 1 colher sopa de sementes de cânhamo

 

Preparação:

Coloca todos os ingredientes, excepto as sementes de chia e cânhamo, na liquidificadora e bate até obter uma massa homogénea.

Acrescenta as sementes à mistura anterior e mexe até integrar bem.

Verte para as formas (eu utilizei formas de silicone) e coloca no forno pré-aquecido por aproximandamente 20 minutos.

 

Experimenta e delicia-te!

Sab | 03.03.18

Trata a Mudança por Tu!

28555512_1793953360635988_674467749_o.jpg

 

 

Da vida temos poucas certezas absolutas. Dessas poucas certezas, a mudança é uma delas. 

 

A vida é cíclica e a mudança é sempre garantida. Mudam as estações do ano, mudam as marés, as luas... Tal como na natureza, nós próprios estamos sempre a mudar, mudamos a forma de pensar e ver a vida; muda o nosso corpo; mudamos até a cada respirar, pois as nossas células mudam em função da qualidade do ar que respiramos... 

 

Questiono-me então de onde vem o medo da mudança? Porque tantas vezes o Ser Humano não dá o tal passo por medo da mudança e do desconhecido?

 

Na minha vida tive de tomar certas decisões que poderiam mudar tudo (e mudaram). Decidir ficar ou ir, decidir viver com o conhecido ou apostar na mudança e conhecer mais. Procurava interna e externamente a resposta, na esperança da decisão se tonar mais fácil. Hoje afirmo que a decisão não foi fácil, foi bastante dolorosa até. Passei momentos em que chorei muito... Mas hoje sei que essas lágrimas me limparam os olhos para conhecer e ver mais, muito mais.

 

Quando damos o passo para o desconhecido a maior aprendizagem é mesmo o autoconhecimento. Hoje afirmo que quando andei mais perdida foi quando me conheci melhor e me encontrei!

 

A mudança poderá amedrontar-te, mas pensa, aquilo que tens é bom, mas e se do outro lado for melhor?

 

Já alguém dizia: "Quem não arrisca, não petisca"! 

Sex | 02.03.18

Croquetes Sem Carne Saudáveis

28277796_1786053824759275_6362863_o.jpg

 

Croquetes são aquele snack tipicamente português. Hoje trago-vos uma alternativa aos croquetes de carne, ideais para vegans ou para quem simplesmente gosta de experimentar coisas novas e de variar a sua alimentação. Além disso estes croquetes não são fritos, o que os torna muito mais saudáveis.

 

 

Ingredientes:

// 186g de feijão preto pré-cozido

// 85g de feijão encarnado pré-cozido

// 30g de pão ralado sem glúten

// temperos a gosto (eu utilizei noz moscada, pimenta preta, cominhos e salsa)

 

Preparação:

Coloca todos os ingredientes no processador de alimentos até criar uma pasta homogénea.

Vai retirando a massa em pequenas porções e molda em forma de croquetes.

Coloca os croquetes num tabuleiro e leva ao forno pré aquecido.

Deixa cozinhar até atingir uma coloração dourada a teu gosto.

 

Simples e fácil, delicia-te!

Pág. 2/2