Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Sex | 29.06.18

Não-Julgamento? Vale Ouro!

36364520_1933774773320512_155822787888414720_n.jpg

 

Consideraste uma pessoa que julga com frequência?
Como te sentes quando te julgam?

 

Venho falar-te hoje de uma das atitudes inerentes ao mindfulnesss: o não julgamento.

 

Tu poderás pensar que o mundo mindfulness não é algo que te interesse, mas acredita, com ou sem uma atitude mindfulness, o não julgamento por si só pode operar uma grande mudança positiva na tua vida, se te permitires.

 

Há muito tempo que ouço e sei que o julgamento é algo prejudicial a nós e a quem nos rodeia, mas nunca fez tanto sentido como o faz neste momento da minha vida.

 

O julgamento é algo tão automático que o realizamos sem pensar e pesar o que representa na nossa vida.

Julgamos pessoas, pelas atitudes e pela forma de ser e estar; julgamos acontecimentos, como bons ou maus, como sorte ou azar; julgamos os alimentos, como saudáveis e não saudáveis…

Se atentarmos ao nosso quotidiano o julgamento está presente na maioria do nosso dia, e sem nos apercebermos a forma como vemos a vida e o mundo é totalmente filtrada pelo nosso julgamento.

 

Imagina a liberdade de não existirem dias bons ou maus! Pelo facto de um acontecimento no teu dia ser menos positivo, não significa que é um dia mau, que tenhas de julgar o teu dia.

Supõe o peso da culpa que podes eliminar se não julgares os alimentos! Se num dia comeres algo menos nutritivo não precisas de te penalizar porque era um alimento menos saudável.

Considera como a tua visão sobre as pessoas e a tua abertura ao novo e ao ser diferente se alterariam se não julgasses previamente as pessoas, se a cada comportamento não generalizasses como sendo uma pessoa boa ou má.

 

Agora pensa na energia vital que pouparias se não ocupasses a tua mente e tempo no julgamento!

 

                                                  Proponho-te:

Vive,

Celebra,

Aprende.

 

Os acontecimentos são isso mesmo, somente acontecimentos, e podes escolher o que eles representam na tua vida!

O comportamento de cada pessoa é isso e só, um comportamento!

Um alimento é só isso mesmo, um alimento!



(...)  a minha sugestão é que pares de julgar os acontecimentos como sendo positivos ou negativos. Limita-te, pelo contrário, a vivê-los, a celebrá-los e a aprender com eles. Todos os acontecimentos nos oferecem lições.

Robin Sharma

Qua | 27.06.18

Celebra o Teu Tempo!

Era uma vez um relógio brilhante. Apesar de todo o seu brilho era um relógio deprimido, pois sentia-se inútil.

O seu amigo anel, igualmente brilhante, era realmente feliz e questionava-lhe:

- Mas amigo relógio brilhante, com todo esse brilho não percebo porque te sentes tão triste e deprimido. Eu sou o anel mais feliz do mundo!

Ao que o relógio responde:

-Pois, mas eu não consigo ser feliz! Estou sempre a ouvir: “Já é tão tarde? Ainda tenho tanto para fazer!”, “ Maldito relógio, devias ter mais 24h!”, “Detesto-te, podias andar mais devagar!”. Como queres que seja feliz ao ouvir sempre isto?  

O anel mostra um ar surpreso: -Pois, eu acho que te percebo. Mas sinceramente não sei como te ajudar.

Os dias passavam e o sentimento do relógio era cada vez mais perturbador, ele sentia-se infeliz e não via forma de poder sentir-se mais feliz.

Certo dia, por surpresa do relógio, foi colocado na sua caixa de origem e transportado sem saber para onde. Durante a viagem questionou-se o que iria acontecer-lhe. A cada minuto da viagem o seu medo era maior, acreditava que seria o seu fim, acabaria em qualquer canto abandonado.Com a viagem acabou por adormecer.

Ao acordar descobriu que vivia numa nova gaveta, juntamente com vários outros relógios, anéis, pulseiras… Ao ver o seu novo mundo começou a chorar, ao que um relógio azul sem brilho lhe perguntou:

- Então colega brilhante porque choras? Sê bem vindo ao nosso mundo!

O relógio brilhante soluçando respondeu: - Obrigado. Estou realmente emocionado… Por um lado estou feliz porque não estou sozinho num canto qualquer, mas por outro lado, a minha dona abandonou-me, sou um inútil.

O relógio azul realmente espantado com o que acabara de ouvir respondeu tranquilamente e de forma motivadora: - Não te preocupes brilhante! Chegaste ao sítio certo! Aqui o tempo é verdadeiramente valorizado. A nossa dona agradece por cada minuto porque cada minuto é uma bênção. Todos os dias tira um tempo só para si e depois desses minutos diários agradece-nos ainda mais! Aqui serás realmente feliz!         

 

Celebra o teu tempo e não o percas de vista!

Para te ajudar tenho um desconto de -15% que podes utilizar sempre que quiseres nestes relógios lindos! Para isso basta inserires o código: BESIMPLE !

Seg | 25.06.18

Superação: Ferramenta de Desenvolvimento Pessoal

 35805547_1918373121527344_6616022057173909504_n.jp

 

Este post surge na sequência de uma corrida matinal à beira-mar no passado domingo. Adoro correr, mas sempre acreditei ter pouca resistência. 

Quando no passado domingo decidi correr, não pus como objectivo um x tempo, como habitualmente. O meu objectivo foi correr até não dar mais, ouvir e sentir o corpo e ir gozando e aproveitando a própria corrida, independentemente do tempo e da pouca resistência. Quando as forças me falharam o objectivo foi chegar a um certo destino. 

O resultado? Apesar de não correr há imenso tempo e apesar do limite que eu própria acreditei ter, consegui correr cerca de 30 min. Para mim foi uma vitória e realmente a palavra que se impôs na minha mente foi: superação.

 

Assim, é esse o tema que quero abordar hoje: a superação. Não uma superação qualquer, mas sim a auto-superação.

 

Qual a tua opinião acerca desse conceito?

Consideras-te uma pessoa que se supera facilmente?

E quando te superas, como te faz sentir?

 

Na minha miopia, para falar de auto-superação, temos de falar de auto-limites. 

 

Somos a conjectura do que vivemos, das nossas experiências, mas também daquilo em que acreditamos. Assim, acredito que os limites que realmente dizemos ter nos definem enquanto seres. Limites esses, reais ou não, baseados em factos ou não, moldam-nos e marcam toda a nossa vida e as nossas escolhas. 

 

A auto-superação nada mais é do que a prova de que esses auto-limites existem somente na nossa imaginação. Quando te superas quebras a tua auto-imagem, pões em causa o que podes ou não fazer, e quem és realmente. 

 

Tanto se fala hoje em desenvolvimento pessoal, pois para mim o desenvolvimento pessoal remete à saída da zona de conforto e um constante sentimento de superação. Podes superar-te em coisas grandes, mas também podes superar-te em coisas tão pequenas e tão ou mais importantes…

 

Claro que na minha própria corrida eu acabei por chegar a um limite que me fez realmente abrandar. Mas toda e qualquer vez que me senti a fraquejar pensei se poderia dar o próximo passo, e realmente cada próximo passo acabou por representar uma superação.

 

 

 A minha proposta é que possas rever cada limite e até que ponto limitas a tua vida e os teus objectivos em consequência desses limites que acreditas ter.

Supera-te em cada dia, e acredita que por mais mínima e irrelevante que possa parecer essa superação porá em causa quem realmente és e elevar-te-á para um novo nível de autoconhecimento.

Sex | 22.06.18

Gomas de Laranja

35928772_1923035507727772_616864239801335808_n.jpg

 

A receita de hoje é realmente especial!

Consegues imaginar gomas saudáveis sem açúcar de origem vegetal e só com 2 ingredientes?

Sim, é possível!

 

Ingredientes:

// 350ml de sumo de laranja

// 1 colher de sopa de agar-agar em pó

 

Preparação:

Coloca todos os ingredientes em lume brando e mexe sempre até ferver.

Dispõe o preparado anterior em formas pequenas e leva ao frigorífico até solidificar.

Retira das formas e está pronto a servir.

 

Experimenta e delicia-te!

Qua | 20.06.18

De Que Falam as Pessoas?

35227266_1910901352274521_110874713890226176_n.jpg

 

Tantas vezes me julguei erradamente baseada na opinião do outro. Tantas vezes chorei porque alguém proferiu algo que me magoou, sendo contra aquilo que eu pensava ser a minha pessoa. Tantas outras vezes deixei que a opinião do outro me moldasse de alguma forma, até inconscientemente.

 

Como lidas com as palavras do outro?

Como filtras a opinião alheia?

 

Toda a opinião é importante, pois com ela podemos obter feedback e poderemos através de uma visão externa a nós, mais facilmente objectivarmos o que podemos mudar para melhorar os nossos resultados. Contudo, toda a opinião pode ser construtiva ou destrutiva e depende também de nós retirarmos só o que nos interessa. Devemos então filtrar toda e qualquer opinião externa, isso é realmente fundamental.

 

Nesse intuito adoptei na minha vida um novo mantra bastante possibilitador: “As pessoas falam delas próprias.”.

Esta afirmação permite muito mais facilmente uma libertação do que eu sou e do que é a opinião alheia. E repara, as pessoas opinam consoante o que vai na sua própria cabeça e no seu próprio processo, por isso quando alguém fala logicamente fala de si próprio!  

 

Talvez inicialmente esta afirmação não te faça sentido, talvez até te questiones qual a importância e o que poderá trazer de benéfico para a tua vida. Mas lanço-te hoje mesmo o desafio, experimenta utilizar esta afirmação durante a próxima semana, presta atenção à tua forma de pensar e de que forma essa afirmação mudará algo.

 

Se fizermos sempre o mesmo caminho o resultado será sempre o mesmo, certo?

Então experimenta algo diferente e leva este mantra contigo ;)

 

 

Seg | 18.06.18

Faz Por Ti!

34700765_1902777509753572_5485639115007328256_n.jp

 

O que já fizeste hoje por ti?

 

O que já fizeste hoje que deixou a tua alma feliz?

 

Tão importante como nutrir o corpo devemos nutrir a nossa alma.

Eu gosto de meditar, respirar fundo e conectar-me com o meu eu. E tu, o que gostas de fazer que te preenche a alma e nutre o coração?

 

Se ainda não o fizeste hoje, fá-lo! Por ti! Não porque a sociedade incute nem porque o teu marido vai ficar feliz se o fizeres, fá-lo por ti, pelo teu bem-estar e felicidade!

 

Tenta encontrar no teu dia, todos os dias, o momento ideal para isso. Não tem de ser obrigatoriamente 30min nem 1h, bastam 5/10min. Acredita que 5 min de qualidade só contigo podem fazer toda a diferença no teu dia e na tua vida! E o que são 5min dentro de 24h? E o que são 5min numa vida inteira?

 

Sim, o trabalho interno é diário. Sim, as rotinas são diárias.

Tudo se vai enraizando, mas depende de nós diariamente escolher o que queremos para nós. Não ontem, nem amanhã, mas hoje! O que podes fazer hoje para te sentir melhor?

Sex | 15.06.18

Panquecas de Abóbora

34963433_1905074566190533_4831028615254638592_n.jp

 

Hoje trago-vos panquecas com um ingrediente especial: abóbora menina.

Estão a ver aqueles sonhos de Natal com sabor à abóbora? Agora imaginem panquecas com o mesmo sabor. É isso mesmo, e para não criarem mais água na boca aqui vai a receita ;)

 

Ingredientes:

// 100g de abóbora menina 

// 100ml de água

// 5 colheres de sopa de flocos de aveia sem glúten

// 2 ovos

// 1 colher de sopa de psyllium husk

// canela q.b.

 

Preparação:

Coloca todos os ingredientes na liquidificadora e bate até obter uma mistura homogénea.

Coloca pequenas quantidades numa frigideira antiaderente em lume brando até fritar de um lado.

Vira a panqueca do lado oposto até fritar.

 

Bom apetite!

Qua | 13.06.18

Hoje, Quem Decides Ser?

livtro.jpg

 

Olha para dentro, recorda a tua essência.

 

Tu não és o teu passado nem o teu futuro. Tu és o que és neste momento. Porque só este momento te pertence.

 

Não és a história dos teus pais, nem és aquilo que traçaram e delinearam  para ti! Tu és o livro em branco que decidires escrever!

 

Tu não és os teus erros!

 

Só tu escolhes como te sentir em cada momento, só tu defines como queres dar cada passo. Só tu tens o poder!

 

E se a cada momento pudesses partir do zero?

 

E se a cada instante pudesses definir quem és e o que queres?

 

Como quererias dar o próximo passo?

Seg | 11.06.18

Progressão Constante

34716281_1902755513089105_344182847851986944_n.jpg

 

Progresso, o que significa esta palavra para ti?


Consideras-te uma pessoa que progride facilmente? 

Ou és daquelas pessoas que reclamam que nada progride, que a vida não progride?

Para mim progresso é tudo e é nada! Progresso não é palpável, mas talvez seja imaginável. Progressão não é um caminho, progresso é o caminho!

Se pensares na pessoa que eras há um mês atrás, és a mesma pessoa? Pensas de igual forma? Lidas com as situações de igual forma? Os teus relacionamentos estão exactamente iguais?

Para mim a progressão é omnipresente. Quer queiras quer não, quer acredites ou não , de facto estamos sempre a progredir!

Resta saber, em que sentido vai a tua progressão? Estás mais perto da pessoa que queres ser e da vida que gostarias, ou do sentido inverso?
Aí remete-se a uma reflexão interior e só tu poderás fazê-la. Mas o certo, é que estamos em constante progressão.

O simples facto do relógio andar e o tempo não parar é progressão.

O caminho faz-se caminhando, mas independentemente do sentido, a progressão estará sempre lá. Inevitavelmente a progressão estará sempre ao teu lado ao longo de toda a tua vida!

Se assim é, fará sentido a ânsia que tantas vezes vivemos pelo desejo de progressão?

Será saudável e benéfico para ti viveres em constante procura de progresso?

Sab | 09.06.18

Panquecas de Amendoim

34830142_1902756173089039_5024245918157766656_n.jp34706095_1902756129755710_7129257390481866752_n.jp

 

 

 

 

Digam lá que não tinham saudades de uma receitinha de panquecas? Eu já tinha saudades!

Hoje trago uma receita de panquecas de amendoim. Eu realizei uma mega panqueca, mas podes utilizar a receita para panquecas mais pequenas. Curiosos? Experimentem, são óptimas!

 

Ingredientes:

// 1 banana

// 2 ovos

// 3 colheres de sopa de farinha de amendoim

// canela q.b.

 

Preparação:

Esmaga a banana e junta aos ovos previamente batidos. Mistura tudo até obteres uma mistura homogénea.

Adiciona a farinha e a canela ao preparado anterior e mistura tudo.

Coloca a massa numa frigideira antiaderente em lume brando até fritar de um lado.

Vira a panqueca do lado oposto até fritar.

 

Serve com o que mais gostares e delicia-te!

Pág. 1/2