Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Ter | 30.04.19

AceitAção

Aceitação. Esta seria uma das minhas palavras dos últimos tempos. A palavra que define muito do que estou a “trabalhar” em mim (e coloco trabalhar entre aspas porque trabalhar na minha miopia acarreta peso e dificuldade). 

 

Após um dos círculos de mulheres, a aceitação vibrava em todo o meu Ser, considero até que nunca me senti tão bem na minha própria pele, nunca senti tamanha aceitação sobre mim mesma e sobre a vida. Entretanto após algum tempo, desafios e situações senti-me a vibrar mais baixo novamente, um estado emocional mais denso, mais cansaço e desmotivação…

 

Na partilha desse estado com um grupo lindo de pessoas, referi-me como perdida, porque queria voltar ao estado que senti no final do círculo e sentia-me tão longe disso. Ao que a resposta vinda de uma grande pessoa me disse algo como “Aceita, faz parte do processo”. E aí caiu-me a “ficha”.

 

Procurava um estado de aceitação e amor-próprio já vivido, e na busca incessante de lá chegar, não aceitava o estado do momento. Então talvez tudo comece por aceitar a forma como me sinto agora, sem apego à forma como me senti anteriormente.

 

Aceitar não significa ficar com o belo e amor e rejeitar o restante. Aceitar é ficar e contemplar todos os estados emocionais, todas a formas como me sinto. Talvez tantas vezes perca tempo em busca de algo e no fundo o segredo seja somente a aceitação e chego lá novamente.

 

O que ainda posso aceitar em mim e na minha vida que me possa trazer mais paz?

O que é que ainda não aceitei, que se aceitasse poderia trazer-me mais felicidade?

 

Sinto ainda de acrescentar que aceitar não significa não querer mudar. Aceito tudo de braços abertos e mantenho-me onde estou. NÃO! Aceitar, para mim, significa olhar onde estou sem julgamento com fim a permitir-me ver o que posso mudar, se assim o pretender. Em vez de perder tempo a lutar contra o que tenho, que não me traz soluções, aceito onde estou e mais facilmente o meu sistema arranja recursos para alterar o que pretendo. Aceito e o sistema mais failmente parte para a acção.

O que vou aceitar ainda hoje?