Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Qui | 30.05.19

Agradar ou Não? Eis a Questão

“Tens que ser boa para as outras pessoas.” Quem não ouviu esta frase em criança que levante o dedo.

Na minha infância esta frase foi uma constante, não propriamente nestas palavras exatas, mas a mensagem de que deveria agradar ao outro passou e firmou-se bem fundo no meu Ser. Muito do que fiz e conquistei foi pensando no outro e em como o faria feliz. E, claro, que esses são também alguns dos valores que defendo, a felicidade do outro e o seu bem-estar.

Contudo, ensinaram-me a ser boa pessoa para o outro, mas esqueceram-se de me ensinar que em primeiro lugar devia vir o Eu, sempre! Não julgo quem me ensinou ou educou, porque tudo foi útil em certa instância e só agradeço, porque fizeram o melhor que podiam com o que tinham disponível. 

Enfim…a programação de que deveria ser boa pessoa para o outro talvez tenha sido útil em alguns momentos da minha vida, mas noutros momentos limitou-me.

No desenvolvimento pessoal muito se fala de que devemos seguir os nossos sonhos e o nosso propósito e amar-nos incondicionalmente. Mas como posso amar-me dessa forma se em primeiro lugar agrado o outro? E se esse sonho ou missão for contra aquilo que me incutiram como o certo da sociedade ou o que agrade à categorização dessa sociedade? E se esse propósito contradizer aquilo do ser bom para as outras pessoas? Ser bom para as outras pessoas quererá dizer que devo subjugar-me ao que pensa o outro? De que forma esse agradar o outro me limita na minha vida?

Se não vivesse sob esse pressuposto de que devo agradar e ser boa para o outro, o que poderia ser diferente na minha vida?

Proponho-te essa reflexão. Quem colocas em primeiro lugar na tua vida, tu ou o outro?

Não quero criar falsas ideias sobre ego ou egoísmo. Quero sim, que não te limites. Que não deixes de viver o teu sonho por esse sonho não agradar ao outro. Em primeiro estarás tu, hoje e sempre. Claro que com isto não quero dizer que vamos virar costas ao mundo, mas sim, que dizendo sim a mim viva a minha verdadeira luz e a possa levar também ao outro em verdade.

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.