Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Com Que Olhos Vês o Mundo?

27267618_1754800667884591_215830029_o.jpg

 

Li uma vez algures (de tanta informação que nos alcança hoje em dia, já não consigo identificar a fonte, desculpa) uma pequena história, mais ou menos assim:

 

“Um casal mudou de casa e certo dia, ao observar a paisagem à janela a mulher mencionou:

-Que horror! Olha para a roupa da nossa vizinha, ela não sabe lavar a roupa!

Ao qual o seu marido respondeu: - Então, porque dizes isso?

- A roupa devia estar branca e está amarelada.

Dias passaram e a situação tornou a acontecer…

- Devia ir ensinar a nossa vizinha a lavar a roupa, olha para aquela roupa amarela!!

Todos os dias que a mulher reparava no estendal da vizinha mencionava o facto de a roupa estar mal lavada… Até que um dia:

- Olha, deve ter acontecido algum milagre, a nossa vizinha hoje tem a roupa bem lavada!

Ao que o seu marido respondeu:

-Não mulher, fui eu que limpei as nossas janelas ontem.”

 

Achei uma tremenda piada ao ler isto e ficou na minha mente até hoje. Poderia passar facilmente por anedota, mas para mim significou muito mais que isso.

Tudo o que vives, as pessoas e situações que julgas é percepcionado aos teus olhos e analisado mediante todas as tuas crenças. Já reparaste que o teu sentimento por determinada  situação que vives varia consoante o teu estado de espírito? Tal como as janelas da senhora estavam sujas, o teu estado de espírito e as tuas crenças podem muitas vezes não te deixar ver a realidade das coisas e situações.

O meu convite é que quando julgares alguém ou alguma situação tenta criar empatia com a situação ou a pessoa, tenta colocar-te no seu lugar, e que as tuas crenças não afetem o julgamento. Não é fácil, para mim também não, mas podemos sempre ter em conta esta história e lembrar-nos de que o mundo aos nossos olhos, como quem diz a nossa mente, poderá ser diferente do mesmo mundo nos olhos de outra pessoa. 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D