Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Controla a Tua Mente Antes Que a Tua Mente te Controle a Ti!

30709019_1843923085639015_6243925044339146752_n.jp

 

Que contradição! Pensarão vocês…

Como raio poderei controlar a minha mente?

 

Sei que a minha mente é forte, cria filmes e ideias, e tenho de estar atenta para não me deixar levar por ela. 

Hoje vivi uma situação que mais uma vez me recordou isso mesmo, como a nossa mente é forte e poderosa podendo mesmo chegar a controlar-nos.

 

Como sabem, trabalho na saúde, e hoje na realização de um exame a um paciente, este entrou em colapso - não encontro melhor expressão para descrever o momento.

O sr realizava um exame em que necessita de ser injetado um contraste e até aí tudo bem. A preparação do exame correu bem, dentro do previsto. 

Desde o início que o sr demonstrou alguma ansiedade, mas qualquer pessoa em questão de saúde/doença apresenta algum tipo de ansiedade.

Aparentemente seria mais um exame normal. 

 

Acontece que durante a realização do exame o sr começou a tremer, a esbracejar e com falta de ar. Pensaríamos que o sr estava a ter um ataque epilético ou que seria alguma reação alérgica ao contraste, sendo que o pessoal médico entrou em acção preparado para intervir. Contudo o que aconteceu não foi reacção ao corante nem um ataque de epilepsia, simplesmente o sr entrou num estado tal de ansiedade que teve um ataque de pânico.

Ou seja, o sr acabou por deixar que a sua mente e os seus medos falassem tão alto, que de algo relativamente simples resultou um estado de ansiedade descontrolado com sinais e sintomas físicos.  

 

Chamemos-lhe ego, diabo interno, filmes, como quiserem. Eu costumo ironizar a situação e várias vezes refiro: “pronto, lá vêm outra vez os meus macacos!” Mas o certo é que devemos aprender a escutar os nossos pensamentos.

Claro que o paciente podia praticar 1000 meditações ou até praticar mindfulness e a situação ocorrer igualmente, pois nós não controlamos tudo e nem sempre dispomos dos meios ideais para lidar com as situações. Não estou aqui para julgar a situação, mas para mim foi mais um Insight.

Devemos ter a percepção de quem nós somos e de quem são os nossos “macacos”, para que não nos tornemos nesses mesmos macacos. Por ex., posso ter medo de conduzir, mas eu não sou esse medo, posso tentar de alguma forma ter essa percepção e quem sabe contornar esse medo o melhor que poder. 

 

Não sei a fórmula mágica para controlarmos a nossa mente, nem sei se algum dia poderemos controlar tudo o que pensamos, mas penso que podemos ter uma atitude mindfull perante a nossa mente e prestar atenção a cada pensamento.

A mim ajuda-me a meditação, respiração consciente, exercício físico, cozinhar, … e tu?

 

 

4 comentários

Comentar post