Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simplesmente Simples

Ter | 17.07.18

Expressões a (Re)Pensar

35894333_1921441571220499_2532000662577741824_n.jp

 

Há pouco tempo tomei conhecimento do real significado da expressão: “As pessoas (…)” .

 

Hoje afirmo que não gosto muito dessa expressão!

  

Tantas vezes ouço esta expressão em relação a variadas coisas:

 “As pessoas são más.”

 “As pessoas não sabem o que a vida custa.”

 “As pessoas são mal-educadas.”           

  

Seria uma lista interminável as variadas formas em que “As pessoas” surgem para referir algo.

 

É realmente uma expressão que utilizava sem dar conta, apesar disso, desde que desmembrei esta expressão farei os possíveis para não a utilizar no meu vocabulário.

 

  • Quando ouço algo desse género, o meu inconsciente automaticamente inclui-me nessa afirmação.

    Por ex: “As pessoas não conseguem emagrecer.” - ao ouvir isto, o que a minha mente irá recepcionar é: “Tu não consegues emagrecer.”, ou seja devo estar atenta a tudo o que ouço e de que forma isso terá influencia na minha vida e naquilo em que acredito.

     

    Talvez daí venha a expressão: "Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és."

 

  • Ao verbalizar esta expressão, estou automaticamente a incluir-me a mim, as pesssoas que gosto e todas as pessoas.

    Por ex: “As pessoas estão sempre a queixar-se” – inerentemente estou a dizer que eu estou sempre a queixar-me.

 

Quer isto dizer que devo estar sempre muito atenta ao que ouço e falo, de forma a poder criar a realidade que quero viver.

 Com isto, não digo que tenho de deixar de utilizar esta expressão, contudo devo ter o conhecimento da sua real tradução e posso pensar se realmente terá interesse na minha vida utilizá-la. Sou a co-criadora da minha vida, por isso, escolho como quero criá-la em consciência.