Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Sex | 08.02.19

Faz e Sê Mais e Melhor (q.b.)

Cópia de E se cada pessoa me pudessse cnsinar alg

Numa era de ser melhor, fazer melhor e atingir objetivos tenho refletido sobre a urgência de parar, apreciar e celebrar.

Andei numa fase em que saber ferramentas para ser melhor e criar a vida que desejo levou-me a querer mais e mais e mais...

Passou-se da fase de patriarcado com estudos, conhecimentos e obrigações, para uma época em que cada um pode ser livre e criar a sua vida e a sua realidade feliz. Que bom! 

Mas será que nessa busca incessante de criar e ser melhor não deixamos de lado de certa forma o amor e a celebração? Passamos de um patriarcado de padrões e limites, para um patriarcado livre, mas ainda assim patriarcado. Porque mesmo assim, onde fica o amor por mim? Onde fica o sentir? Se busco sempre melhorar e alcançar mais, onde fica o amor por mim, por quem sou e pelo que tenho?

Matriarcado não julga. E continuo constantemente a julgar o "sítio" onde estou para poder mudar para um "sítio" melhor. Continuo a julgar-me a mim, porque ainda tenho este ou aquele pensamento e tenho de mudar.


Que se f*%#^!!!


Posso querer mais. Posso alcançar mais. Posso investir em mim para ser mais e sentir-me melhor. Mas vou parar e apreciar! Vou amar-me e celebrar cada passo.
Vou respirar, sabendo que pode ser melhor, mas respirar com a certeza de que o que está, está certo. Que o que tenho é tão bom. Que eu sou luz e amor e o resto virá. Está tudo certo e é o que é.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.