Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Sex | 16.11.18

Gratidão. Como?

Hoje é a Beatriz que partilha connosco um pouco de si. Ela tem 21 anos e lançou há pouco tempo um projeto para inspirar pessoas a seguirem a vida dos seus sonhos. Nos tempos livres ela gosta de meditar, estar em contacto com a natureza e praticar exercício físico.

 

Sou a Beatriz, tenho 21 anos e depois de passar o meu secundário todo em artes, decidi que queria ir para o curso de Psicologia. Neste momento encontro-me a concluir a licenciatura em Psicologia e não podia estar mais feliz com a decisão que tomei.

Comecei a interessar-me mais por desenvolvimento pessoal depois de ver uma entrevista da querida Inês Nunes Pimentel num programa televisivo. Identifiquei-me bastante com ela e comecei logo a ler e a procurar informações sobre como transformar o corpo, a mente e a alma, numa procura por uma vida mais conectada com a minha verdadeira essência.

Contudo, o ponto de viragem na minha vida foi quando, no dia do meu aniversário, recebi o livro da Inês- “Vive a tua luz”. A partir desse dia a minha vida começou a transformar-se, comecei a fazer pequenas modificações no meu dia a dia, muito inspirada no que ia aprendendo com o livro. Um dos exercícios que adquiri com a leitura deste livro foi a gratidão. Aprendi o que significa estar grata e, consequentemente, passei a fazer disto uma prática diária na minha vida, porque entendi que quando começamos a agradecer as coisas boas que a vida nos dá, passamos a focar-nos mais nos aspetos positivos, passamos a estar mais felizes e os nossos pensamentos tornam-se também eles mais positivos e vou contar-vos uma coisa… o universo retribui sempre em dobro ou em triplo tudo o que nós agradecemos, porque ao agradecermos significa que estamos prontos para que mais coisas boas aconteçam connosco.

Neste momento, pratico a gratidão todos os dias, por vezes até várias vezes por dia. Agradeço tudo, até as coisas mais significativas, porque a gratidão também nos ajuda a olhar para as coisas com outros olhos e a ver pequenas coisas (em tamanho) como grandes coisas (no seu valor). Um bom exercício que podem fazer é o seguinte: arranjem um caderninho e escrevam lá as coisas pelas quais estão gratos, usem muitas cores e vão ver que rapidamente vão ter mais coisas para agradecer do que as que têm para se lamentarem. Para mim este exercício teve um efeito significativo, porque para além de “obrigar-me” a pensar nas coisas que me aconteciam durante o dia e a transmiti-las para o papel, ajudava-me também a dar mais valor a essas coisas porque não ficavam apenas em pensamento… Podem também fazer o exercício de agradecerem conforme as coisas vão acontecendo ao longo do dia (apenas em pensamento, com vocês próprios) e depois, à noite, fazem uma retrospeção de tudo. Tenho a certeza que ao fazerem o exercício de agradecerem diariamente, vão tornar a vossa vida muito mais feliz, muito mais significativa e com mais luz.

Muito grata por estar a partilhar contigo um dos hábitos que mais mudou a minha vida!

 

O que mudaria na minha vida se praticasse a gratidão?

 

Segue a Beatriz: aqui!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Laura

    19.11.18

    Obrigada querida <3
    Um grande beijinho
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.