Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Já respiras-te hoje?

Deves estar a ler o título do post e pensar: “Ridículo! Claro que já respirei, senão morria!!”
 
Mas retomo a questão… Será que hoje já paras-te para respirar? Já sentiste a tua respiração? Não me refiro àquela respiração breve e superficial que te faz (sobre)viver; não aquela respiração inconsciente em que os pulmões enchem por metade e em que muitas vezes a expiração se funde com suspiro de lamentação…
 
Não, não quero ensinar-te a respirar, porque isso decerto que o sabes, quero sim que te recordes como é bom respirar e como todo o teu Ser depende desse ar, dessa respiração. Na azáfama dos dias corridos, entre o trabalho, a casa e a família, esquecemo-nos de respirar. Respiramos para sobreviver, quando devíamos respirar para viver.
 
Agora sugiro: Pára, “perde” 2 minutos do teu dia e faz 3 respirações profundas. Inspira profunda e lentamente, sente o ar a entrar e percorrer todo o teu corpo, oxigenando as tuas células e energizando todos os teus músculos; agora expira lentamente, sente a libertação de tudo o que já não te faz falta, tensões, lamentações. Perceciona como todo o teu corpo se sente mais leve nessa expiração. Se quiseres que o efeito se intensifique repete o procedimento e emite agora som na expiração, não de lamentação, mas um som prazeroso, que te recorde como é bom respirar.
 
O que sentiste? O que essas simples e fáceis respirações alteraram em ti, no teu corpo, na tua mente e no teu espírito? Agora imagina de que forma os teus dias poderiam mudar se parasses e sentisses a tua respiração pelo menos uma vez por dia. E os benefícios se o fizesses várias vezes ao dia.
 
Agora experimenta ir introduzindo isso no teu dia-a-dia, aproveita a ajuda da nossa Era e coloca um lembrete no telemóvel: “Pára e respira!”, usufrui dos benefícios de respirar e conta-me como foi a tua experiência J
 
 
Desejo-te um dia muito feliz!