Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplesmente Simples

Simplesmente Simples

Sab | 16.03.19

Máscaras - Só Para o Carnaval?

BLOG.jpg

Aproveitando a onda e energia do carnaval reflito hoje sobre máscaras. 

 

Perdi a minha mãe bastante cedo, tinha eu 10 anos, e percebo hoje que a partir desse momento passei a utilizar a máscara de que era forte e lutadora. Não penso se me terá sido útil ou não, porque se a vesti é porque foi necessária e útil  na altura, e está tudo certo. A questão é que durante muito tempo vestindo essa máscara não pedi ajuda, chorei em silêncio, gritei para dentro e de facto pedir ajuda e vulnerabilizar-me pode ser realmente curador e transformador. Agradeço à máscara que me foi útil, mas hoje decidi estar atenta a ela. E assim desejo também estar atenta a outras possíveis máscaras: olhar para elas, com todo o carinho, e tentar perceber se serão úteis ou se de alguma forma me limitam. E nessa tomada de consciência poderei despi-las e viver cada vez mais em verdade.

 

Que máscaras visto agora na minha vida? 

Que máscaras escolhi colocar ao longo do meu percurso? 

Serão essas máscaras ainda úteis? 

Será que me possibilitam ou limitam no alcance dos meus objetivos?

Percebo agora que em determinadas alturas algumas máscaras podem ser bem confortáveis e úteis, contudo podem tornar-se bastante cansativas e limitadoras. O que vou fazer agora com essa informação?

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.